O chamado cinema western, também popularizado sob os termos "filmes de cowboys" ou "filmes de faroeste", compõe um género clássico do cinema norte-americano (ainda que outros países tenham produzido westerns, como aconteceu em Itália, com os seus western spaghetti). O termo inglês western significa "ocidental" e refere-se à fronteira do Oeste norte-americano durante a colonização. Esta região era também chamada de far west - e é daqui que provém o termo usado no Brasil e Portugal, faroeste (também se usou o termo juvenil bang-bang, na promoção das antigas matinês e de quadrinhos). Os westerns podem ser quaisquer formas de arte que representem, de forma romanceada, acontecimentos desta época e região. Além do cinema, podemos referir ainda a escultura, literatura, pintura e programas de televisão.
Ainda que os westerns tenham sido um dos géneros cinematográficos mais populares da história do cinema e ainda tenha muitos fãs, a produção de filmes deste género é praticamente residual nos tempos que correm, principalmente depois do desastre comercial do filme Heaven's Gate (As portas do céu, em Portugal e O portal do paraíso no Brasil), de Michael Cimino, no início da década de 1980. Contudo, houve ainda alguns sucessos comerciais posteriores que foram, inclusive, galardoados com o Óscar de melhor filme, como Dances with Wolves (Dança com Lobos) de Kevin Costner, ou Unforgiven (Os Imperdoáveis, no Brasil) de Clint Eastwood. Mas os westerns que vêm à memória da maioria dos cinéfilos são, mesmo, os da sua época áurea: os filmes de John Ford, Howard Hawks, entre outros nomes primeiros do cinema.

Contato: jeancarlospassos@hotmail.com
ou sombrasvermelhasfaroeste@hotmail.com

(0XX77) - 9999-8707 - CELULAR DA VIVO.
(0XX77) - 8115-8281 - CELULAR DA CLARO.




quinta-feira, 6 de setembro de 2012

TIETA - Novela Brasileira





TIETA - NOVELA NACIONAL

Tieta é uma telenovela brasileira produzida pela Rede Globo e exibida entre 14 de agosto de 1989 e 31 de março de 1990, no horário das 20 horas, totalizando 196 capítulos.
Foi escrita por Aguinaldo Silva, Ana Maria Moretzsohn e Ricardo Linhares, e dirigida por Reynaldo Boury, Ricardo Waddington e Luiz Fernando Carvalho, com direção geral de Paulo Ubiratan.
A novela foi uma adaptação televisiva do romance de Jorge Amado, intitulado Tieta do Agreste, escrito em 1977.

A abertura da novela misturava elementos da natureza com a beleza feminina, representada pela modelo Isadora Ribeiro. Hans Donner e a sua equipa fotografaram o litoral de Mangue Seco, no norte da Bahia. As fotos eram projetadas no fundo da cena e Isadora aparecia em primeiro plano, nua e coberta pela sombra. Através de recursos de computação gráfica, coordenados pelo especialista José Dias, vários elementos da natureza, como pedras, árvores e folhas, davam forma ao corpo da modelo. No final da abertura, aparecia o logótipoescrito na areia, que era o nome da protagonista, Tieta. O processo foi gravado em estúdio, num tanque iluminado artificialmente, para simular a claridade da luz do sol. Foram desenhados mais de mil figurinos para a novela. Íris Gomes da Costa pesquisou expressões citadas na obra de Jorge Amado e termos coloquiais da região, para que as personagens falassem com sotaque e utilizassem o vocabulário nordestino.


A fictícia Santana do Agreste era composta por 46 prédios, 2 igrejas, 8 ruas, 2 praças, um circo abandonado e 15 ruínas. Tudo foi construído numa área de 10.000m², em Guaratiba, no Rio de Janeiro. Destacou-se a reprodução do piso das ruas de Laranjeiras (SE), feita em fibra de vidro por artesãos de Sergipe. A produção de arte levou para o Rio de Janeiro objetos e santos sergipanos.

Autoria: Aguinaldo Silva, Ana Maria Moretzsohn e Ricardo Linhares 
Direção: Reynaldo Boury e Luiz Fernando Carvalho 
Direção geral: Paulo Ubiratan 
Direção executiva I: Paulo Ubiratan 
Supervisão: Daniel Filho 
Período de exibição: 14/08/1989 – 31/03/1990 
Horário: 20h (Mas como era na Globo, sempre começava mais tarde).
Nº de capítulos: 196


Ator        Personagem
Betty Faria Antonieta "Tieta" Esteves
Joana Fomm Perpétua Esteves Batista
Armando Bógus Modesto Pires
Reginaldo Faria   Ascânio Trindade
Yoná Magalhães Tonha (Antônia Fulgêncio)
José Mayer Osnar
Cássio Gabus Mendes Ricardo
Lídia Brondi Leonora Cantarelli
Paulo José Gladstone
Marcos Paulo Arturzinho da Tapitanga (Mirko Stephano)
Sebastião Vasconcelos Zé Esteves
Paulo Betti Timóteo D'Alembert
Arlete Salles Carmosina
Ary Fontoura Coronel Artur da Tapitanga
Tássia Camargo Elisa D'Alembert


QUALIDADE DIGITAL. EXCELENTE.

11 DVD'S. 

COLORIDOS. FALADOS EM PORTUGUÊS.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Problemas? Sugenstões? Dúvidas? Informe... jeancarlospassos@hotmail.com